O Argumento Cosmológico Kalam (ACK)
Por: Jocax, março/2018
==================================

 

Resumo 
           Este ensaio faz uma análise do ACK mostrando que, longe de provar a Deus, provaria muito mais o Demônio.


Palavras chaves
  KALAM, Teologia, Filosofia, Lógica, Universo, Origem


Introdução

Vamos analisar, primeiramente dois conceitos fundamentais: O Universo e o Tempo.

 

Universo

Buscando Universo no Google encontramos:

Universo[1]

substantivo masculino

  1. 1.o conjunto de todas as coisas que existem; o mundo ☞ inicial por vezes maiúsc.
  2. 2.a totalidade dos habitantes da Terra.☞ inicial por vezes maiúsc.

 

Assim, logo de início podemos concluir que, se Deus existe, ele faz parte do conjunto das coisas existentes e, portanto, também pertence ao Universo.

A rigor, portanto, Deus nunca poderia criar o Universo pois faz parte dele.  Entretanto, para continuarmos nossa análise dos outros aspectos do argumento, vamos considerar o Universo como conjunto de tudo que existe fisicamente, como propõe a Wiki.

Além do Universo, outro conceito que precisa ser melhor elucidado é o Tempo.

 

Tempo

O tempo é um conceito em geral difuso e difícil no qual minha definição favorita é : “A quantidade de eventos que ocorreram no Universo”[2].

Entretanto, uma propriedade do tempo que quase todos concordam, e que iremos precisar nesta análise, é que se não houver nenhum evento, nehuma mudança de estado, nenhum movimento, então o tempo também não transcorre , ou seja sem mudança não há passagem do tempo, o tempo para, congela.

 

O Argumento Cosmólogico Kalam (ACK)[3]

O ACK é composto de 2 premissas e uma conclusão:

1-Tudo que veio a existir tem uma causa.

2-O Universo veio a existir.

3-Portanto, o Universo tem uma causa.

 

Os teístas concluem apressadamente que esta causa é o seu Deus.

 

A Análise da conclusão

Primeiramente , antes de checarmos as premissas 1 e 2 do ACK, vamos verificar que mesmo que o Universo tenha uma causa, essa causa não necessariamente precisa ser um Deus Cristão. A única conclusão que se pode tirar é que o universo tem uma causa. Só isso. Dizer que essa causa é o Deus cristão é um “Non sequitur”[4], essa conclusão não pode seguir das premissas.

Se não, vejamos:

 Temos as seguintes evidências 

  1-Crianças inocentes morreram e morrem ( sofrendo ) em eventos naturais como Tsunames, Furacões, Vulcões.[5]

  2-Crianças inocentes morrem (sofrendo) sendo estupradas, de fome, de maus tratos e etc...[6]

Além dessas evidências temos que:

  3-Um ser que é onisciente e sabia, antes de criar o universo, que tudo isso iria acontecer, não poderia ser um ser benevolente e sim maldoso. E, se não fosse onisciente seria irresponsável posto que não saberia o mal que causaria sua criação.

Podemos assim concluir que:

  4-Portanto, um criador com o poder enorme de criar o Universo e maldoso implica que foi o DIABO (não Deus) quem criou o Universo !!

 

Além disso:

- Como todas evidências apontam que nosso universo não é infinito podemos concluir que :

   O Criador não teria poder infinito e sim poder apenas para criar este Universo.

- Como a Física apontaque  o Universo vai colapsar devido a Entropia:   O Criador não teve inteligência suficiente para criar um Universo que não se desintegrasse no futuro[7].

Ou seja, concluímos que o Criador não é bom , não tem poder infinito e nem tem inteligência infinita.

 

Análise das Premissas

A premissa 1 do argumento (“Tudo que veio a existir tem uma causa”)  viola o “Teorema da Primeira Causa” [8] que estabelece que a primeira causa de todos os eventos foi o aleatório (sem causa).  Ou seja, houve sim um primeiro evento, mas este evento foi ‘incausado’ (aleatório).

Assim, não é verdade que tudo que venha a existir tenha necessariamente uma causa.

Podemos citar alguns exemplos físicos de eventos sem causa em nosso próprio mundo físico:

- O decaimento do elétron de uma orbita de maior energia para uma de menor energia (liberando um fóton) é considerado um evento aleatório[9].

-A Criação de pares de partículas virtuais devido a flutuações quânticas do vácuo quântico, são também fisicamente aleatórios.

 

A premissa 2 do argumento (“O Universo Veio a Existir”) também não é necessariamente verdadeiro:

Se algo deu início ao tempo como, por exemplo, o “Nada Jocaxiano”(NJ)[10] , não significa que não existia este algo. O tempo poderia estar parado, sem eventosmas, ainda assim, algo poderia existir sem mudanças, sem tempo. Neste caso o “eterno” não significaria um tempo infinito no passado, mas sim que antes não havia tempo, porque não havia mudanças. Neste caso o “algo” que deu origem ao início do tempo já poderia ser considerado o próprio universo em seu estado minimal, eterno e, até então, imutável.

 

Conclusão

Mesmo se considerarmos verdadeiras as premissas do ACK,  verificamos que são insuficientes para justificar Deus.

Ao analisarmos as premissas percebemos também que elas não são necessariamente verdadeiras.

Podemos concluir então que o ACK é apenas uma falácia teísta.

 

Referências

[1] UNIVERSO Dicionário (google)
https://www.google.com.br/search?q=universo+disionario&oq=universo+disionario&aqs=chrome..69i57.4295j0j8&sourceid=chrome&ie=UTF-8

[2] O TEMPO, SEGUNDO JOCAX
https://social.stoa.usp.br/jocax/filosofia/o-tempo-segundo-jocax

[3] Argumento Cosmológico - Argumento Kalam
https://www.allaboutphilosophy.org/portuguese/argumento-cosmologico.htm

 [4] Non sequitur
https://pt.wikipedia.org/wiki/Non_sequitur

[5] Ásia lembra os 10 anos do tsunami que matou 230 mil pessoas
http://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/asia-lembra-os-10-anos-do-tsunami-que-matou-230-mil-pessoas-veja-fotos/

[6] Criança de 2 anos morre após ser torturada e estuprada
https://www.gazetaonline.com.br/noticias/cidades/2017/05/crianca-de-2-anos-morre-apos-ser-torturada-e-estuprada-1014057042.html

[7]Morte térmica do Universo
https://pt.wikipedia.org/wiki/Morte_t%C3%A9rmica_do_Universo

[8] Teoremas Jocaxianos
http://www.genismo.com/logicatexto35.htm

[9] Tipos de aleatoriedade
http://www.mat.ufrgs.br/~portosil/probab3.html

[10] O "Nada Jocaxiano"
http://www.genismo.com/logicatexto23.htm

[11] Argumento da causa primeira
https://pt.wikipedia.org/wiki/Argumento_da_causa_primeira

[12] Dicionário Aurélio de Português Online - UNIVERSO 
https://dicionariodoaurelio.com/universo