A única coisa que importa na religião

18 de Janeiro de 2009, por Desconhecido - 55 comentários

"Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas."
-- frase atribuída ao rabino Jesus de Nazaré, por um de seus supostos discípulos no evangelho de Mateus.

Essa frase acima é frequentemente chamada regra de ouro do cristianismo. Mas não é. É a regra de ouro do pensamento religioso oriental durante a era axial, como essa imagem veiculada por aí pela internet ilustra. A descoberta desse princípio, na minha opinião, é que tranformou a história da religião e marca a transição de uma prática religiosa centrada no rito, na imitação da natureza e na religião estatal em uma religião com raízes morais e antropológicas.

Tenho dois comentários sobre essa regra de ouro, um moral, pessoal e que não interessa a ninguém (mas farei da mesma forma) e outro mais geral. 

 O primeiro é: essa idéia é a única coisa que de fato importa em todo o pensamento religioso da história. É sobre essa regra moral que toda metafísica deveria versar e TODO o resto é acessório: deuses, deus, heróis, mitos, espíritos, leis, ritos, expectativas messiânicas e o caramba.

 O segundo comentário é: é meio surpreendente para mim que esse princípio tenha se iniciado de maneira independente por todo oriente, ainda que com milhares de anos de separação. Eu não acho que tenha sido assim. Claro que dessa lista de religiões dessa figura temos que excluir as modernas e as derivadas de alguma fé anterior. Islã, jainismo, cristianismo, unitarianismo (?), budismo, Sikh e fé Baha'i são ou religiões muito jovens ou são claramente derivadas, portanto não contam. Mas o taoismo, o confucianismo, o judaísmo, o hinduismo e o zoroastrismo são suficientemente antigas e tiveram origens suficientemente independentes para que seja surpreendente a presença do mesmo pensamento em todas elas. 

Quem será que inventou essa idéia, e espalhou por todas as religiões do oriente? 



Vou me tornar assassino. Quer me acompanhar?

13 de Janeiro de 2009, por Desconhecido - 1313 comentários

Eu estou recrutando pessoas para participar do meu bando. Nós vamos matar pessoas, assaltar bancos, atear fogo em residências e praticar terrorismo. Mas calma... Nós vamos fazer isso por uma causa, pela luta proletária e contra a burguesia internacional. Não estaremos cometendo crime algum, e se alguém tentar nos prender, pediremos asilo político.

 Parece idiota? Pois é exatamente isso que aconteceu ontem, quando o ministro Tarso Genro concedeu asilo político a Cesare Battisti, um homem condenado por matar quatro pessoas na Itália na década de 70, quando militava no PAC - Proletari Armati per il Comunismo. O ministro considerou que é perseguição política tentar fazer um militante comunista pagar pelo crime de homicídio, finalmente consolidando o fato que no Brasil militantes de esquerda são inimputáveis. Só falta colocar isso na constituição.

 Eu, sinceramente, não tenho simpatia alguma por militantes comunistas. Mas àqueles que têm peço o seguinte exercício mental: esqueça que ele é um militante e quais foram as ocasiões e motivos que levou Batistti a planejar e executar quatro homicidios e focalize-se apenas nesse fato. Você concederia asilo político a um assassino comum? E porque então concederia a um assassino, só porque ele é militante? No que diz respeito ao crime que ele cometeu, pouco importa se foi por briga de futebol ou por militancia, ele matou quatro pessoas e tem que ser preso. Ponto final. 

 Não há negociação alguma quando se trata de homicídio. Quando a participação de uma pessoa em um homicidio é determinada, não existe possíveis atenuante que possam ser aceitos pela nossa moral ocidental senão a doença mental ou a legítima defesa. Homicidio por razões políticas é daqueles crimes em que é difícil pensar em muitos outros que podem ser mais ofensivos e imorais. Talvez o estupro seguido de morte. Certamente o genocídio. Mais algum? Não há muitos.

Não prender o Cesare Battisti é tão absurdo quanto não prender o assassino do Chico Mendes ou da Dorothy Stang. Não me interessa qual é a militancia politica de quem matou ou de quem foi morto, se houve um homicidio, o perpetrador tem que ser preso, se foi por razões políticas, tem que ser preso por mais tempo.


 



Adotando um vereador

11 de Janeiro de 2009, por Desconhecido - 1Um comentário

O jornalista Milton Jung motivou recentemente um projeto de acompanhamento de vereadores por blogueiros.

 Eu estou acompanhando o vereador Gabriel Chalita, do PSDB, em São Paulo - SP. Para participar verifique os seguintes links:

http://vereadores.wikia.com/

http://stoa.usp.br/vereadores/weblog/

Twitter: @adoteumvereador



Wallpaper dinâmico da terra no Gnome

5 de Janeiro de 2009, por Desconhecido - 1Um comentário

Você, como eu, fica tanto tempo na frente do computador que perde a noção do dia e da noite? Tem dificuldades de saber se já anoiteceu ou amanheceu? Quer saber se o dia está nublado ou não sem o incômodo de ter que respirar ar fresco? Seus problemas se acabaram. 

O site http://www.die.net/ oferce uma imagem em 'tempo real' (not really really realtime, but realtime enough) do padrão de iluminação solar e da posição das nuvens no planeta Terra. A iluminação é atualizada a cada hora e as nuvens a cada 3 horas, segundo informações do site. A imagem pode ser encontrada nesse endereço:

http://www.die.net/earth/

Sobre a imagem, eu não sei como ele é feita, mas certamente não é uma foto de satélite. Eu creio que é uma composição de duas imagens, uma da terra iluminada e outra da terra durante a noite, com uma mascara móvel, e que as nuvens são adicionadas numa camada transparente a partir de dados de algum satélite metereológico.  Desde que eu adicionei o wallpaper ainda não percebi as nuvens mudando de posição, mas isso pode significar apenas que elas se movem muito lentamente (faz algo ~ 24 horas que eu coloquei o wallpaper). O mapa de iluminação funciona perfeitamente.

Como a imagem tem sempre o mesmo nome e é atualizada no site, para adicioná-la como wallpaper basta fazer um script que baixe o arquivo a cada x minutos (x<60) em uma certa pasta e adicionar esse arquivo como wallpaper no seu computador. Vou colocar as instruções para o Gnome, mas para qualquer outro gerenciador de janela ou ambiente desktop o procedimento é exatamente o mesmo:

  1. fazer um script que baixe o arquivo a cada x minutos (vou colocar um exemplo aqui),
  2. rodar o script uma primeira vez manualmente e depois matá-lo,
  3. colocar o arquivo baixado pelo script como wallpaper,
  4. fazer com que o script seja iniciado automaticamente a cada nova sessão do seu gerenciador de janelas / ambiente desktop. 

 Para o primeiro passo, vou colocar um script de exemplo abaixo:

 #!/bin/bash

cd ~/.gnome2/
while [ 1 ]; do
    COUNTER=0
    while [  $COUNTER -lt 60 ]; do
        wget http://static.die.net/earth/mercator/1024.jpg  -O world.jpg
        temp=$(stat -c%s world.jpg)
        if [[ $temp > 1000 ]]
            then     rm world_sunlight_Wallpaper.jpg
                mv world.jpg world_sunlight_Wallpaper.jpg
                break
        fi
        sleep 5
            let COUNTER=COUNTER+1
    done
    sleep 360

done


A cada 6 minutos e pouco ele baixa a imagem, e a substitui pela mais nova. Salve esse código usando seu editor de texto favorito com o nome changer.sh ou o que você quiser em uma pasta oculta, que não te incomode. Por exemplo na pasta .gnome2/ . Mude as permissões desse arquivo para que ele possa ser executado: chmod u+x changer.sh .

Agora rode o script e depois pressione Ctrl-C para interrompe-lo. Note que o arquivo world_sunlight_Wallpaper.jpg apareceu na pasta. Agora mude o wallpaper do seu gnome para ser esse arquivo - clique em Sistema/Preferências/Aparência e na aba fundo de tela (system/preferences/appearance e na aba background), clique em adicionar e vá na pasta onde está a imagem e selecione a mesma.

O último passo é adicionar o script changer.sh na sessão do gnome. Vá em Sistema/Preferência/Sessões (ou system/preferences/sessions), clique em adicionar e coloque os seguintes dados:

nome: Script para atualizar o wallpaper
comando: ~/.gnome2/changer.sh    * ou substitua isso pelo caminho que você escolheu
comentário: atualiza o wallpaper

Clique em salvar e pronto. Basta reiniciar sua sessão do gnome (dê log out e entre de novo) para que o script passe a funcionar.

 :D:D:D:D:D

Há diversas outras imagens dinâmicas no site, como uma imagem das fases da lua e uma imagem da terra também em outra projeção. Para usar essas outras imagens, bem como qualquer imagem da internet que mude com o tempo mas mantenha o nome do arquivo e o caminho URL (por exemplo mapas de previsão do tempo e tráfego) basta substituir o endereço http://static.die.net/earth/mercator/1024.jpg no script pelo endereço da sua imagem preferida.

Este é o método lusitano para criar desktops dinâmicos para quem, como eu, não tem memória / paciência suficiente para ficar usando screenlets. Essa solução é adaptada de um artigo similar no site Ubuntued. Em breve eu vou substituir o script shell por um em python, que eu acho mais interessante porque te permite até dar uma certa manipulada automágica na imagem, ou até baixar screenshots de coisas que não sejam imagens (applets java, flash, ...) usando as bibliotecas python adequadas. Quando eu fizer isso eu posto de novo aqui.

 

 



Open Source Physics (other sciences too) Lab

16 de Dezembro de 2008, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Hoje, enquanto matutava sobre uma idéia antiga que eu tenho desde os tempos da minha graduação em física (não faz tanto tempo assim na verdade :P) ocorreu-me a seguinte coisa: há algum projeto de laboratórios didáticos de física de conteúdo aberto?

Me explico. Eu sempre gostei da idéia de criar experimentos didáticos para alunos de colegial e faculdades de física e sempre achei os que já existem tremendamente chatos e desinteressantes. E eu sempre fiquei muito empolgado ao ver projetos de ciência na internet e pessoas que construiram diversos aparatos bastante complicados e que fizeram parte de experimentos chave na história da física apenas com componentes comprados no Radio Shack. A quantidade de experimentos bacanas de verdade que se pode fazer em casa é grande. Eu já vi lasers, pequenos aceleradores de partículas, bombas de vácuo, telescópios, … uma infidade de coisas feitas em casa. Há projetos na internet como o Open Source EEG - um aparato de eletroencéfalografia de projeto totalmente aberto na web.

Então me ocorreu a idéia: porque não abrir um Open Source Lab, um projeto de desenvolvimento de experimentos didáticos de física sérios, com projetos detalhados abertos na internet com licença copyleft - totalmente aberta ao uso e modificação por qualquer pessoa - focado em recriar experimentos interessantes da história da física.

Há diversas coisas que, estou certo, são possíveis de serem feitas por pessoas que tem um jeito para por a mão na massa e poderiam ser usadas por escolas, universidades em países de terceiro mundo e até empresas que queiram produzir esses materiais para vender a escolas particulares e etc (o que não é proibido por uma licença copyleft).

A idéia é recriar experimentos famosos através de projetos de experimentos didáticos usando a tecnologia moderna, a moderna acessibilidade a recursos que até poucas décadas atrás eram caros e tornar isso um projeto colaborativo através da web de conteúdo totalmente aberto e de acesso gratuito.

A única coisa que me impede de fazer isso tudo é o maldito lado prático da vida. Eu, como legítimo acadêmico, não sei fazer as coisas andarem e não tenho idéia de quem ou o que financiaria um projeto desse tipo e como se viabilizaria uma coisa dessas sem capital próprio (que no meu caso é bem escasso). Universidades teriam interesse? Empresas teriam interesse? Agencias governamentais teriam interesse? Você que está lendo teria interesse?

Ao leitor que estiver interessado e souber lidar com esse tipo de coisa, souber onde se busca patrocínio para esse tipo de projeto e tiver jeito para por a mão na massa em desenvolver projetos desse tipo:  o que estamos esperando?!!