OLá,

Posto aqui o poema que li no Sarau:

 

Sonho

 

Tenso feito um lenço denso

Penso, aceito o leito feito

Deito esquecendo todo o senso

Morro eleito o mais lento

 

Dentro é vago, escuro e só

Vendo o saco onde está Ló

Reflito e sinto: viemos do pó

Ah! Minto. Aí é onde está o nó