Obesidade também foi apontada como fator que impulsiona o problema

Durante o congresso 2015 da Annual Meeting of the American Academy of Orthopaedic Surgeons (AAOS), em Las Vegas foi apresentado um importante estudo que analisou aproximadamente 1 milhão e 200 mil pessoas com queixas de dores nas costas, com o objetivo de avaliar os fatores de risco para o problema. Como conclusão foi encontrada uma relação direta entre dores nas costas e tabagismo, obesidade, depressão e alcoolismo. Estas condições aumentam o risco de se ter dores nas costas em 4.5, 6, 5.5 e 3.3 vezes, respectivamente, segundo o estudo.

De acordo com o médico fisiatra intervencionista e diretor do Spine Center, Dr. Daniel Pimentel, este estudo é muito importante pela representatividade dos dados avaliados de mais de um milhão de pessoas, e pelas informações que ele acrescenta à prática clínica.

“Todos estes fatores de risco são considerados modificáveis. É provável que a pessoa pare de fumar ou de ingerir álcool, assim como é possível que os obesos percam peso e as que sofrem com depressão sejam tratadas. Com a documentação de que estas condições são diretamente correlacionadas com as dores nas costas, o tratamento ou prevenção do problema passa obrigatoriamente pela abordagem desses fatores” explica o Dr. Pimentel.

Para o especialista, outros fatores como o tipo de atividade física que a pessoa realiza, a postura, genética, se possui diabetes e até o estresse também podem representar um risco maior da pessoa ter dores nas costas. “A dor nas costas é multifatorial. Normalmente não é possível apontar somente um fator que a leve ao problema. Entretanto, o estudo e o reconhecimento dos fatores de risco envolvidos são fundamentais”, esclarece Dr. Pimentel.

Em entrevista para o programa Em Formada Band News FM, o Dr Daniel Camargo Pimentel, médico especialista em coluna e diretor do Spine Center, fala sobre diversos aspectos das dores nas costas, ressaltando os fatores de risco. Na entrevista, o Dr Danieltambém comenta estudo recente correlacionando a dor nas costas com fatores como obesidade, depressão, tabagismo e alcoolismo.

 

 

Dicas do especialista para se evitar dores nas costas:

Mantenha-se ativo;

Não fume;

Evite uso de bebidas alcoólicas;

Cuide bem de sua saúde e controle eventuais doenças como o diabetes;

Não permaneça longos períodos na mesma posição principalmente realizando movimentação repetitiva;

Preste atenção na sua postura no trabalho, em casa, no lazer e ao dormir;

Procure um especialista se as dores aparecerem ou se tiver dúvidas sobre a saúde de sua coluna.

Sobre o Spine Center:

O Spine Center é um centro pioneiro no tratamento minimamente invasivo dos problemas da coluna. Nele, o paciente encontra atendimento especializado e de excelência para o diagnóstico e tratamento de problemas de coluna, dos mais simples aos mais complexos.