Ficha Técnica

Título: Paulo Freire Contemporâneo Gênero: Documentário País de origem: Brasil Ano: (?) Diretor: Toni Venturi Duração: 52 min

Paulo Reglus Neves Freire, nasceu no Recife no dia 19 de setembro de 1921. Ganhou fama no Brasil e no mundo pelo Método Paulo Freire . Na década de 70 teve de sair do país e se exilou no Chile, Bolívia, Suíça, Tanzânia e Guiné-Bissau. Freire era católico e formou-se inicialmente em direito. Recebeu cerca de 39 títulos de Doutor Honoris Causa em faculdades do mundo todo.

O Diretor Toni Venturi nasceu em 21 de novembro de 1955. É cineasta e morou no Canadá de 1976 a 1984, onde se formou bacharel em artes fotográficas pela University of Ryerson em 1984. Também se graduou em Comunicação social, na modalidade cinema, na Universidade São Paulo, em 1987. (ALVES, B. J. 2017, p. 1)

No documentário de Toni Ventura o educador é apresentado como um grande intelectual e contribuinte da educação brasileira, principalmente nas classes mais oprimidas da sociedade. Além disso, Venturi convida para compor seu filme pessoas que pudessem contribuir com sua experiência para ajudar a remontar a trajetória do professor. Entre eles: as filhas do educador, alunos que tiveram contato direto com o método e principalmente amigos e professores da educação básica que pudessem falar acerca das dificuldades que tiveram com essa forma de educação e como ela contribuiu para que o professor pudesse enxergar o discente de uma forma igual e respeitar aquilo que ele tem como trajetória de vida. Dentro dessa perspectiva, o que podemos notar é uma revolução que se fez na educação, e um entendimento por parte dos novos professores de que a bagagem cultural e os aprendizados da vida de um aluno também é fundamental para compreender tudo aquilo que ele pode aprender, suas dificuldades e as melhores formas de colaboração para a troca de conhecimentos. Desta forma, nada deveria ser descartado ou repreendido, não existia a concepção de que o professor era o ser que detinha todo o conhecimento acerca de tudo e todos.

Nesta perspectiva podemos observar o relato de um dos estudantes que salienta para as novas formas de aprendizado que adquiriu na escola e como elas foram importantes para a aplicação e aquisição de uma nova forma de plantio na horta de sua casa. Neste depoimento podemos notar que a mãe do aluno também foi afetada pelo aprendizado em sala de aula e diz que aprende novas formas de ensino através de seu filho e educação que ajuda a agregar novas formas de pensar o mundo e mudar a realidade social de cada educando.

O depoimento dos professores é imprescindível para compreender a relação em sala de uma e como a observação e respeito por parte deles é recebida pelos estudantes, neste sentido os professores que educam alunos de classes sociais mais pobres e em estados desconhecidos do Brasil relatam que inicialmente tinham dificuldade em entender o porquê muitos alunos da roça não sabiam sequer usar o banheiro de sua escola e como isso estava totalmente relacionado com a educação e a relação desses indivíduos com uma sociedade mais urbana onde isso sequer era questionado, sendo assim, estes professores se debruçam sobre as teorias freirianas e suas obras para que pudessem aprender a lidar com essas situações e superarem as dificuldades através do mútuo entendimento. Os alunos de Paulo Freire relatam que suas aulas foram fundamentais para criar um pensamento crítico e autonomia para que eles pudessem aprender a ler e escrever da forma que liam e escreviam seu mundo através da relação de trabalho.

Por fim, o filme nos relata a influência que o brasileiro conseguiu ter em países como a Suíça e Portugal. Neste sentido, foram criados eventos, cátedras e grupos de estudo que facilitam um novo olhar sobre a educação brasileira e novas formas de educação que visam a inclusão de todos em amplas realidades possíveis. Ademais, a produção faz questão de revelar alguns depoimentos de Freire que complementam as falas e mesmo o depoimento de todos os presentes na gravação. Alguns programas do educador São citados brevemente para contemplar suas atividades culturais. Um dos principais é o MOVA , que surge junto as camadas mais populares da sociedade em busca de uma nova visão educacional. Freire também foi convidado para ser secretário de educação em São Paulo durante os anos de 1989 – 1991, no mandato de Luiza Erundina (PT) , no período de 1989 – 1992.

Referências Bibliográficas

PLÁCIDO, L. R; SOUZA, T. B. O método Paulo Freire: primeiras aproximações. Pedagogia: Garça, Ano XVI – Número 28 – janeiro de 2017.

REIS, P. J. F. M. Paulo Freire – análise de uma história de vida. Minas Gerais. Promel, p. 18 – 21, junho de 2012.

ALVES, B. J. Paulo Freire contemporâneo sob as lentes de um documentário. E-Mosaicos, Rio de Janeiro, V.6 – N.13, dezembro de 2017.