PROGRAMAÇÃO 20/05/11 – 6ª feira

V Festival Ruas de Esporte:
que USP você conhece?

Movimente-se, desfrute, conheça,
compartilhe...

8h às 18h30
Distribuição do Kit “Conheça melhor a USP” –
Tenda na Praça do Relógio
9h às 10h
Experiências com modos de circular pelo Campus -
Saída: tenda na Praça do Relógio
Educadores do Prodhe – Cepeusp
10h às 18h30
Parede de Escalada e Pêndulo – Praça do Relógio
Cleber Liberal - EDECAÇÃO – Centro de Formação e
Capacitação em Atividades de Aventura
10h às
18h30
Slackline – Praça do Relógio Solar (perto do Crusp)
Cleber Liberal - EDECAÇÃO – Centro de Formação e
Capacitação em Atividades de Aventura
12h às 14h
Jogo de DiscoPraça do Relógio (gramado próximo
ao espelho d’água)
Roberto Hucke – Federação Paulista de Disco
13h às
14h30
Intervenção com Diabolôs e Bolinhas
Praça do Relógio
Lucas Gardezani – Graduando da FEA-USP
14h30
 às
16h
Dança de Salão – Praça do Relógio
Breno Dallaqua – Graduando da EEFE-USP
17h às 18h
Danças Circulares dos Povos – Praça do Relógio
Tânia Pessoa - Instituto de Psicologia da USP –
Laboratório de Estudos da Personalidade
17h às 18h
CapoeiraPraça do Relógio Solar (perto do Crusp)
Gladson e Vinicius Heine – Cepeusp


PROGRAMAÇÃO 20/05/11 – 6ª feira

V Festival Ruas de Esporte: que USP você conhece?

Movimente-se, desfrute, conheça, compartilhe...

Informações sobre as oficinas (em ordem alfabética):

Capoeira
Apresentação de capoeira, samba de roda de maculelê, vivências rítmicas e bate papo.
Responsáveis: Gladson e Vinicius Heine – Cepeusp.
Local: Praça do Relógio Solar das 17h às 18h.
Participação: livre.

Danças Circulares dos Povos
Vivenciar em roda as danças de diferentes povos e épocas visando o processo de grupação propício para a vivência lúdica, criativa e de consideração empática para com diferentes culturas, grupos e consigo mesmo.
Responsável: Tânia Pessoa - Instituto de Psicologia da USP – Laboratório de Estudos da Personalidade do Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano.
Local: Praça do Relógio das 17h às 18h.
Participação: 8 a 50 pessoas de qualquer idade.

Dança de Salão
O objetivo da oficina é fazer com que os participantes experimentem alguns ritmos da dança de salão e conheçam um pouco mais sobre suas origens, características e possíveis benefícios com a prática constante.
Responsável: Breno Dallaqua - Graduando da Escola de Educação Física e Esporte da USP.
Local: Praça do Relógio das 14h30 às 16h.
Participação: a partir de 13 anos.

Distribuição do Kit “Conheça melhor a USP”
Durante todo o dia serão distribuídos o mapa “Conheça a USP com o Festival Ruas de Esporte” e o jogo de tabuleiro Ruas de Esporte. São recursos auxiliares para motivar ainda mais a participação nas etapas do Festival e estimular o envolvimento nas inúmeras atividades que a universidade oferece ao longo do ano.
Local: Praça do Relógio das 8h às 18h30.

Experiências com modos de circular pelo campus
A ideia é que sejam formados grupos para percorrerem determinado percurso a pé, de ônibus circular USP, de carro ou de bicicleta. Com um roteiro de observação em mãos, o objetivo é que captem situações, curiosidades, paisagens que encontram pelo caminho, registrando-as de alguma forma (por escrito, imagens ou de outra maneira).
Responsáveis: educadores do Prodhe – Cepeusp.
Local de saída: Praça do Relógio das 9h às 10h.
Participação: livre.

Intervenção com Diabolôs e Bolinhas
O malabarismo é uma atividade muito conhecida, mas infelizmente não muito praticada em nosso país. Seus benefícios são inúmeros, entre eles aumento do preparo físico, desenvolvimento da coordenação motora, melhorias na capacidade de concentração, exercício da força de vontade e motivação, aumento da percepção espacial e ganho nos reflexos, relaxamento mental e estimulação da criatividade.
Pretende-se divulgar o malabarismo como arte, mas também estimular novas pessoas a aderirem a esta prática.
Responsável: Lucas Gardezani – Graduando da Faculdade de Economia e Administração da USP.
Local: Praça do Relógio das 13h às 14h30.
Participação: livre.

Jogo de Disco ou Ultimate Frisbee
No Ultimate, o objetivo é chegar com o Frisbee em uma Zona de Gol (End Zone do Futebol Americano). Duas equipes de 7 jogadores cada, competem para marcar o maior número de gols possíveis. Os integrantes da equipe atacante passam o Frisbee de jogador para jogador. Ao recebê-lo, devem fixar um pé de pivô (ao estilo do Basquete) e passá-lo antes de 10 segundos. Os integrantes da equipe de defesa devem impedir que os atacantes recebam o Frisbee na Zona de Gol. Este é o único esporte no mundo que não possui árbitros. Existem regras que são utilizadas como guia para a prática do Ultimate. Entretanto, as regras nunca são violadas internacionalmente pelos jogadores, pois existe um código de honra e respeito mútuo entre todos. Claro que o esporte de alta competitividade é estimulado, mas nunca a custa da perda destes valores. Isto é o que chamamos de Espírito de Jogo.
Responsável: Roberto Hucke – Federação Paulista de Disco.
Local: Praça do Relógio das 12h às 14h (gramado próximo ao espelho d’agua).
Participação: livre.

Parede de Escalada e Pêndulo
ESCALADA: Modalidade em grande ascensão no Brasil, sendo de fácil aceitação e muito motivante. A mesma pode ser feita na rocha ou em paredes de escalada artificiais, que são montadas em qualquer lugar, fixas ou móveis, podendo ter diversas variações de dificuldades.
PÊNDULO: Também está inserido dentro das Técnicas Verticais, proporciona muita emoção aos praticantes. Consiste em um balanço construído com toda a segurança dos equipamentos de escalada com três pontos de ancoragem seguros.
Responsável: Cleber Liberal - EDECAÇÃO – Centro de Formação e Capacitação em Atividades de Aventura.
Local: Praça do Relógio das 10h às 18h30.
Participação: livre.

Slackline
A atividade consiste em equilibrar-se em uma fita que fica presa a dois pontos de ancoragem (árvores, muros, portões, etc).
É uma atividade bastante desafiadora por trabalhar muito com a concentração e o equilíbrio. Nela podemos ampliar a nossa percepção corporal, controlar melhor os movimentos além de ser uma nova forma de praticar atividade física, pois, ficar concentrado para não cair exige determinado esforço físico trabalhando a parte psicomotora e muscular!
Os iniciantes podem ter o auxilio de outra pessoa para andar na fita, ajudando no equilíbrio, o que fortalece a relação de confiança e respeito entre os praticantes.
Responsável: Cleber Liberal - EDECAÇÃO – Centro de Formação e Capacitação em Atividades de Aventura.
Local: Praça do Relógio Solar das 10h às 18h30.
Participação: livre.



INFORMAÇÕES: 3091-3592 ou prodhe@usp.br